Um jovem de 23 anos identificado como Jake Davison abriu fogo contra casas e um parque matando cinco pessoas, incluindo uma criança de cinco anos, na cidade de Plymouth, na Inglaterra na noite desta quinta-feira, 12. Segundo o jornal Daily Mail, Davison começou o ataque dentro de casa, atirando em membros de sua família e depois indo acertar estranhos na rua. Ele atirou em si mesmo depois do ataque. Testemunhas afirmaram às autoridades locais que o atirador vestia preto e portava uma arma de cano longo. Esse é o primeiro ataque de ‘atirador ativo’ na Grã-Bretanha em 11 anos e as autoridades informaram que não é tratado como um incidente terrorista. Sharon Turner, uma mulher de 57 anos, presenciou parte do ataque.

“Ouvimos uma série de estrondos altos que eu disse que soaram como tiros. Então ele correu para o parque e houve mais tiros”, explicou ao jornal The Times. Ela também disse que Davison chutou a porte de uma casa e atirou em uma mulher e sua filha pequena. As polícias de Devon e Cornwall, que cuidam da chamada, informaram que foram acionadas às 18h10 por um grave incidente com arma de fogo. “Duas mulheres e dois homens morreram no local. Outro homem, que se acredita ser o agressor, morreu no local. Outra mulher tratada no local morreu pouco tempo depois no hospital”, disseram. As autoridades agora buscam imagens feitas por moradores da região.