A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, fez observações durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, 16, e afirmou que ela e a comunidade internacional erraram em suas avaliações sobre a situação no Afeganistão e os desdobramentos da retirada das tropas. “Todos nós – e por isso também assumo a responsabilidade – fizemos uma avaliação errada da situação. Toda a comunidade internacional tomou como certo que poderíamos continuar com a ajuda ao desenvolvimento”, afirmou Merkel, que descreveu os acontecimentos recentes como “amargos”, “dramáticos” e “horríveis”, além de ter classificado a intervenção internacional como “um esforço sem sucesso”. Além disso, a chanceler afirmou que toda a situação foi uma lição dura para os afegãos que defendem a “sociedade livre”, a “democracia” e os “direitos das mulheres”. Em meio ao caos, a Alemanha tenta retirar seus cidadãos e os afegãos que trabalharam com suas tropas e seu corpo diplomático.

*Com informações da EFE