O incêndio florestal que atinge a Grécia a mais de uma semana continua avançando. Helicópteros jogam água para tentar impedir que o fogo se alastre ainda mais na ilha de Evia, segunda maior do país, localizada ao Norte de Atenas. O fogo que consome a mata já destruiu propriedades e vilarejos inteiros. Moradores de 20 pequenos vilarejos na região foram avisados ​​para evacuar o local nesta terça-feira, 10, pelas condições fora de controle. O governo contabiliza o prejuízo: dezenas de aldeias, unidades agrícolas e empresas estavam em risco. No entanto, mesmo com os avisos, os moradores insistem em ficar próximos de suas casas e ajudam como podem os 900 bombeiros e os voluntários que chegam de outras partes do país. Centenas de casas foram perdidas em Evia, na Grande Atenas, no Peloponézo e em outras partes da Grécia devido a incêndios florestais desde o final de julho, enquanto a região sofre com uma onda de calor intensa. Desastres superdimensionados pela mudança climática varrem o hemisfério Norte neste verão. A Organização das Nações Unidas (ONU) publicou na segunda-feira um alerta histórico dizendo que o mundo está esquentando ainda mais rápido do que o previsto.

*Com informações da repórter Elisângela Almeida