Parlamentares opositores ao presidente Alberto Fernández, da Argentina, pediram nesta sexta-feira, 13, o impeachment do líder portenho. A justificativa dada pelos parlamentares foi o “desempenho ruim na administração da pandemia de Covid-19“. Além disso, eles acusam Fernández de ter violado a quarentena quando fez uma pequena festa em sua residência. Fotos do evento com menos de 12 pessoas, na casa presidencial, vazaram ao público. Tratava-se da comemoração do aniversário da primeira-dama, Fabiola Yañez, em julho do ano passado. Naquela época, vigorava no país um decreto que impedia reuniões como essas. O pedido de impeachment ocorre em meio a tensões políticas que antecedem as eleições parlamentares de 14 de novembro. Até o momento, a Argentina registrou 108.500 mortes por Covid-19, segundo dados oficiais.

*Com informações do repórter Fernando Martins