O Departamento de Defesa dos Estados Unidos publicou na noite desta segunda-feira, 30, uma imagem do último soldado do país a deixar o Afeganistão após quase 20 anos de ocupação. A foto, do General Christopher Donahue, da 82.ª Divisão Aerotransportada dos EUA, foi tirada poucos segundos antes dele subir em um avião C-17 da Força Aérea americana no aeroporto de Cabul e mostra o militar paramentado com capacete, colete à prova de balas e uma arma. No último dia 24, quando a evacuação do país já estava em curso, o militar conversou com o canal norte-americano ABC News e disse que o departamento comandado por ele estava preparado para a situação no país asiático. “Nós existimos para criar ordem no meio do caos que está acontecendo agora”, pontuou.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd J. Austin III, publicou uma nota falando sobre o fim da guerra no país da Ásia Central e lamentando a morte dos soldados vítimas de um atentado do Estado Islâmico de Khorasan (Isis-K) na última quinta-feira, 26. “Estou profundamente entristecido que, no curso desta missão histórica de evacuação, perdemos 13 dos nossos, assim como outros tantos que foram mortos ou feridos por cruéis terroristas. Sofremos junto às famílias dos que se foram e nunca vamos esquecer do seu heroísmo e sacrifício. Eles deram as próprias vidas para tentar salvar outras vidas”, afirmou. Segundo Lloyd, a ocupação foi finalizada nas primeiras horas do dia 31 e 123 mil pessoas foram evacuadas do país. Entre elas estavam 6 mil cidadãos norte-americanos e “dezenas de nossos diplomatas”. A estimativa oficial do Exército dos EUA é de que 2.461 soldados tenham morrido ao longo dos 20 anos de guerra.