O governo de Portugal anunciou nesta quinta-feira, 29, um plano de três etapas para suspender as restrições do protocolo sanitário da Covid-19. A primeira fase começa no domingo, 1º, quando o toque de recolher não vai estar mais em vigor e as restrições no horário de funcionamento do comércio e restaurantes também serão suspensas. As medidas foram anunciadas pelo primeiro-ministro de Portugal, António Costa, em entrevista coletiva. O governo se diz seguro para começar a flexibilizar as restrições sanitárias à medida que a vacinação avança, ajudando a controlar um recente surto de infecções. Os eventos esportivos poderão voltar a receber público sob condições determinadas, que ainda não foram detalhadas, enquanto o trabalho remoto ainda continua recomendado, mas deixa de ser obrigatório.

Outras restrições devem ser suspensas gradualmente nos próximos meses, assim que aumente o número de pessoas vacinadas contra a Covid-19. O governo calcula que metade da população está totalmente vacinada e todos os maiores de 18 anos já podem agendar a vacinação. Na segunda fase do plano, que começa em setembro, termina a obrigatoriedade do uso de máscaras em áreas externas. Em grandes aglomerações, no entanto, o item de proteção ainda será exigido e vão permanecer obrigatórias em ambientes fechados. Casas noturnas e bares, que estão fechados desde março do ano passado, podem ser autorizados a abrir em outubro. Os frequentadores vão ter que apresentar o certificado digital da União Europeia ou um teste negativo para coronavírus.

*Com informações da repórter Camila Yunes