O ano de 2021 não começou muito bem para a economia do país, pois uma das maiores montadoras de automóveis informa que deixará de atuar no brasil.

Com a saída da Ford do país, milhares de pessoas perderão seu emprego e serão afetadas diretamente ou indiretamente. Trabalhadores que atuavam há anos na empresa teve que se despedir de uma maneira repentina, pois ninguém estava esperando por isso, afirma Fernando Siqueira de Carvalho.

O Brasil pode sofrer um impacto econômico por conta do fechamento da Ford, pois não é somente a empresa automobilística que está fechando as portas, outras empresas como metalúrgicas, e indústrias que fabricam peças para a fabricação de novos carros também vão sofrer as consequências desse impacto. Fernando Siqueira Carvalho afirma que até mesmo os restaurantes e locais próximos a essa grande empresa tende a falir.

Para o especialista Fernando Siqueira Carvalho, o Nordeste terá o maior impacto, talvez até maior do que as outras regiões. Por ser diferente de São Paulo, o Nordeste acaba perdendo um grande poder de alavancagem, até porque não é toda a região que tem uma grande empresa auxiliando na economia do estado.

Com essa demissão mútua, a Ford deixará cerca de 6 mil pessoas desempregadas somente no Nordeste. Como pandemia já deixou muitos brasileiros em situações delicadas, com essa notícia, o cenário tende a piorar, afirma o especialista.

Fernando Siqueira Carvalho fala ainda que o número de desempregados na Bahia é o maior do Brasil. Justamente em Camaçari (BA), a Ford fechou as portas de sua fábrica onde atuava há 20 anos, aumentando o número de desemprego na região. Com isso, o país poderá sofrer as graves consequências no âmbito da economia, finaliza o especialista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui