Estamos falando de uma condição dolorosa caracterizada pela formação de pedrinhas que bloqueiam o sistema urinário. O Mestre e Doutor em urologia Marco Antonio Fortes diz que esse tipo de cristalização é, frequentemente, chamado de cálculo renal, que pode ocorrer no rim e bloquear outra parte da uretra. Como o ureter (a passagem que leva a urina para a bexiga) é muito estreito, as partículas ficam presas e, como resultado da tentativa de expulsão, ocorre uma forte dor.

Os rins são os dois principais filtros do sangue no corpo humano. Além da água que forma a urina, eles também retêm vários elementos, como cálcio, ácido úrico e oxalato. Por isso, quando essas moléculas aparecem em grande número e quase não há líquido para dissolvê-las, os cristais crescem e se tornam cálculos. Os cálculos podem atingir 11 cm, ocupando todo o espaço do rim. Por ser líquido, a urina pode passar por ele, portanto não há dor. Isso é perigoso porque o problema não é detectado e, se durar muito tempo, os rins podem ser gravemente afetados.

O Dr. Marco Antonio Fortes diz que é importante observar que esse problema ocorre principalmente em pessoas com defeitos metabólicos causados ​​pela genética. A pessoa já deve ter tendência a desenvolver pedras, pois seu corpo vai excretar o excesso de substâncias que se acumulam.

Frequentemente, a dor intensa causada por cálculos é o ponto de partida para a detecção do problema. A urina muito espessa, muito escura ou com manchas de sangue é outro sinal de alerta. Os exames laboratoriais de urina analisam a acidez e a presença de cristais ou infecção. A injeção de corante pode completar procedimentos mais invasivos, como a urografia intravenosa, que é feito para mapear a área e detectar pequenos cálculos e outras alterações importantes no trato urinário. Além dessa tendência natural a problemas, existem outros fatores que podem causar o aparecimento de pedras: pouca ingestão de água, alto teor de sal e carne vermelha na dieta. Por isso, o Dr. Marco Antonio Fortes recomenda que não exagere no consumo de alimentos gordurosos, que faça bastante exercícios, coma bastante fibras e beba pelo menos 2 litros de água por dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui