Marcio Alario Esteves é empresário e apaixonado pelo mundo de esportes radicais, praticante de modalidades específicas do off-road, em especial off-road para motos, uma de suas paixões. Dessa forma, o empresário dá dicas incríveis de como se proteger no esporte para aproveitar ao máximo o hobby. Confira as lesões mais comuns nessa prática e previna-se.

O motociclismo off-road é uma modalidade que vem sendo cada vez mais difundida e comentada, o esporte é repleto de fortes emoções e desperta a sensação de liberdade e o hormônio adrenalina. Contudo, é importantíssimo que se tenha cautela para realizar essa prática, uma vez que demanda velocidade em curvas e estradas sinuosas.

“Antes de tudo, vale ressaltar a importância de utilizar equipamentos de proteção, como capacetes, coletes, luvas e joelheiras”, fala Marcio Alario Esteves. A cautela e o cuidado, nesse quesito, é primordial, pois previne acidentes e resguarda o piloto. Por isso, a segurança sempre deve vir em primeiro lugar.

Continuamente, tombos e deslizes podem ocorrer com frequência nesse esporte, uma vez que é repleto de obstáculos, dessa forma, fica evidente a importância de se utilizar equipamentos de proteção individual.

Marcio Alario Esteves diz que as lesões mais recorrentes ocorrem no joelho, pois é um ponto de impacto muito forte, e que as articulações sofrem, uma vez que os obstáculos exigem essa demanda. Nesse sentido, para transpor esses mesmos obstáculos, o tornozelo também pode acabar sendo lesionado. Portanto, além de proteção, é preciso um treino adequado para evitar possíveis acidentes.

As partes do corpo que são protegidas por equipamentos como capacete e outros equipamentos de proteção, como luvas e joelheiras, não têm tanta incidência de problemas, como a cabeça que é protegida pelo capacete e o tórax que é protegido pelo colete.

Em situações que ocorrem quedas, os ombros também sofrem grande impacto, por isso, acabam se lesionando mais frequentemente. Um ponto importante nesse quesito são exercícios de fortalecimento e treinos específicos para saber lidar em situações de adversidades, conclui Marcio Alario Esteves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui